14/12/2015 (22:38)

Ouro Preto, 35 anos sob proteção do patrimônio histórico mundial

Ouro Preto, a histórica cidade mineira no Estado de Minas Gerais, completou 35 anos sob a proteção do Patrimônio Histórico Mundial com a guarda da UNESCO. A despeito da proteção que da antiga cidade, ainda há muito o que fazer para resguardar tudo o que existe. Salvador também é um dos principais sítios sob a proteção da UNESCO há 30 anos.

 

Centro Histórico de Salvador (BA) e a cidade de Ouro Preto (MG) comemoraram 30 e 35 anos, respectivamente, de recebimento do título de Patrimônio Mundial da UNESCO.

Dois dos 19 sítios brasileiros inscritos na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO comemoraram, no último sábado (05/12/2015), o aniversário de recebimento do título. Foram eles: o Centro Histórico de Salvador, na Bahia, e a cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais.

O sítio baiano recebeu o título em 05/12/1985 e celebrou o aniversário de 30 anos por meio de uma campanha nas redes sociais, desenvolvida pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA). O Centro Histórico de Salvador contém o maior conjunto arquitetônico-histórico barroco de herança europeia das Américas.

Inscrita na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO em 05/12/1980, Ouro Preto foi a primeira cidade no Brasil a receber o título de sítio do Patrimônio Cultural da Humanidade. Na cerimônia da Semana da Inconfidência do ano seguinte, 1981, o então diretor-geral da UNESCO, Amadou-Mahtar M’Bow, reafirmou os valores que pesaram na concessão do título. “Poucos lugares no mundo merecem, tanto quanto Ouro Preto, a homenagem universal prestada a seu valor histórico e artístico, bem como a qualidade dos homens que fizeram sua fama”, disse. (Com informações do IPAC e da Prefeitura de Ouro Preto)

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

IQTLJb