Linguagem: EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

Produtores, técnicos e empresários sugerem que Brasil plante mais trigo

 

Começar a plantar muito mais trigo, apelo de produtores e técnicos em Campo Mourão, Paraná
08-04-2022 00:00:06 (173 acessos)
Técnicos, cerealistas, produtores de sementes, multiplicadores e triticultores do Paraná, São Paulo, região do Cerrado e Paraguai discutiram perspectivas nova para a produção de trigo, que vem sendo importado com preços cada vez maiores. Entre os 350 especialistas reunidos pela Biotrigo Genética, em Campo Mourão (PR), Roberto Sandoli, gerente de relacionamentos da EDGEpoint Global Markets sugeriu que os produtores semeiem mais que os moinhos darão liquidez tornando o produto rentável.

 

Este é o raciocínio de Sandoli: a próxima safra de trigo representa uma ótima oportunidade de aumento de área para o País. “No mercado interno, se o produtor semear trigo, os moinhos deverão dar liquidez, pois têm mais segurança em comprar no mercado nacional do que no exterior. A perspectiva é que os preços continuem firmes e que realmente seja rentável para o agricultor.”  

Encarecimento e incertezas sobre abastecimento do trigo no Brasil, é o que concluíram no Seminário (220407), sobre reflexoss da guerra russa contra a Ucrânia. Aumento de preços é consequência mais funesta para suprimento do mercado brasileiro, porque Argentina, Rússia e Ucrânia disputam os mesmos compradores.

Fertilizantes também foram motivo de estudos em Campo Mourão. Para as safras de verão e inverno 2022-2023, uma das soluções é racionalizar o manejo de insumos

Marcelo Augusto Batista, doutor em Agronomia e professor adjunto da Universidade Estadual de Maringá (UEM), o uso racional dos fertilizantes é importante para maior eficiência neste momento em que há escassez e custo elevado desses produtos no mercado. “Muitas vezes, existe a inadequação nas fontes usadas, formas e época de aplicação. Tudo isso influencía na eficiência. Tentamos sempre instruir como, qual e quanto fertilizante utilizar.” 

Marcelo confirma o que disse a então ministra da Agricultura: a safra de trigo de 2022 não deve representar problemas para os produtores, em relação aos insumos. “Já foram comprados e entregues.”

 

Fonte: Biotgrigo Genética, Daniela Wiethölter Lopes
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

dakjm