Linguagem: EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

Mortes violentas caem 6,5% no Brasil

 

Mortes violentas caem 6,5% no Brasil
[foto] - Mortes violentas estão diminuindo no Brasil. Arma de fogo a mais usada para matar.
28-06-2022 20:02:08 (74 acessos)
Caíram 6,5% em 2021, as mortes violentas como homicídios dolosos e latrocínios. É o que anuncia o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Estatística indica que foram 47.503 ocorrências registradas no Brasil em 2021 e em 2020, 50.448. Menor número de mortes violentas foi em 2011, quando ocorreram 47.215; e, o maior em 2017, com 64.078. Pela informação do Fórum, 76% dos assassinatos foram praticados com arma de fogo.

 

Todas as regiões do País apresentaram queda no indicador, com exceção da Região Norte, onde elas passaram de 5.758 notificações em 2020 para 6.291 no ano passado, com aumento no Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia e Roraima. Também foi registrado aumento absoluto em dois outros estados brasileiros: Bahia e Piauí.

No Anuário Brasileiro de Segurança Pública, estão os índices por estados, o que dá uma dimensão sobre a efficiência do trabalho desenvolvido pelos governos com a participação da sociedade. Mortes violentas intencionais consideram tanto os homicídios dolosos quanto os latrocínios, as mortes decorrentes de intervenções policiais e as lesões corporais seguidas de morte.

Segundo o Anuário, apesar da melhoria no indicador, o Brasil ainda convive com violência extrema, sendo responsável por 1 em cada 5 homicídios que ocorrem no mundo (20,4% do total). Principais vítimas dessas mortes violentas e intencionais são negros (77,9%), do sexo masculino (91,3%) e jovens entre 12 e 29 anos (50% do total).

Cidades mais violentas

Publicação do Governo Federal, mostra um levantamento das 30 cidades mais violentas do País entre os anos de 2019 e 2021.

De acordo com o balanço, 13 cidades fazem parte da Amazônia Legal, onde a taxa de violência letal foi 38% superior à média nacional: no Brasil, essa taxa é de 22,3 mortes violentas intencionais a cada 100 mil habitantes, enquanto na Amazônia Legal figura em 30,9 mortes a cada 100 mil habitantes.

A cidade mais violenta do País no período, foi São João do Jaguaribe (CE), seguida por Jacareacanga (PA), Aurelino Leal (BA), Santa Luzia D’Oeste (RO), São Felipe D’Oeste (RO) e Floresta do Araguaia (PA).

 

Fonte: Fórum Brasileiro de Segurança Pública
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

3KPN5