Linguagem: EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

Porto de Santos não cobra tarifa e dá prioridade a navios com carga humanitária

Porto de Santos não cobra tarifa e dá prioridade a navios com carga humanitária
[foto] - Porto de Santos facilita navios com carga humanitária e não cobra tarifas

14-05-2024 12:03:12
(288 acessos)
 
Navios com carga humanitária atracam primeiro no Porto de Santos. Esta é a ordem da Autoridade Portuária de Santos (APS) para cumprir uma determinação da ANTAQ, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários, que ordenou via Decreto nº 57.596, de 1º de Maio de 2024. Providência é para atender a demanda de calamidade pública provocada pelas enchentes no Estado do Rio Grande do Sul (RS). Há ainda a isenção de tarifas para as embarcações, conforme explica Anderson Pomini, presidente da APS.

 


Este é o comunicado da Autoridade do Porto de Santos:

Diante do estado de calamidade pública vigente em parte do território nacional (Decreto nº 57.596, de 1º de Maio de 2024), devido a eventos climáticos no Rio Grande do Sul, e que gerou intensa campanha de ajuda aos habitantes daquela região, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), em consonância com norma já existente na Autoridade Portuária de Santos (APS),  determinou às autoridades portuárias públicas que concedam preferência de atracação às embarcações utilizadas para transporte de donativos às vítimas das enchentes no estado gaúcho.

 

A Resolução é assinada pelo diretor da Antaq, Eduardo Nery Machado Filho, e foi tema de reunião na tarde desta segunda-feira (13/5) na APS. Foi ressaltada, na decisão, a importância da infraestrutura de transporte aquaviário e portuário para viabilizar a logística de entrega de donativos de apoio às vítimas impactadas pelas enchentes e o fato de que grande parte dos donativos estão agora sendo transportadas por meio de embarcações, especialmente em unidades conteinerizadas.

 

Isenção tarifária

 

A ANTAQ também determinou às autoridades portuárias públicas que concedam isenção tarifária total às chamadas cargas humanitárias, que se destinem às vítimas das enchentes no Estado do Rio Grande do Sul.

O presidente da Autoridade Portuária de Santos, Anderson Pomini, determinou a preparação de documento a ser submetido à diretoria para autorizar, o mais rápido possível, a vigência da isenção integral para as demais operações realizadas com cargas classificadas como humanitárias destinadas ao Rio Grande do Sul.

 

Porto de Santos e empresas

arrecadam donativos para 

vítimas das enchentes 

Autoridade Portuária de Santos (APS), com o apoio dos signatários do Manifesto ESG do Porto de Santos, iniciou uma ação humanitária visando ajudar as vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. O objetivo é concentrar o armazenamento das doações na APS para levá-las em maior quantidade por meio de navegação de cabotagem, como alternativa ao fluxo de donativos, que nos primeiros dias ficou concentrada no transporte aéreo e rodoviário.

O Presidente da Autoridade Portuária, Anderson Pomini, ressalta a responsabilidade social da empresa e compromisso com a causa do povo do Rio Grande do Sul: "Ninguém esperava essa tragédia, deixou um estado inteiro devastado, é cenário de guerra. Como ato contínuo, o Secretário Nacional de Portos, do Ministério de Portos e Aeroportos, determinou que envidássemos esforços em prestar auxílio emergencial humanitário ao povo gaúcho, tal pedido, somado ao nosso compromisso com a responsabilidade social, nos fez instituir um Comitê Gestor de Crise para conduzir essas ações"  

Para isso, a APS destinou um galpão de 1,6 mil m2 na sua sede para receber as doações. Estas podem ser feitas por pessoas físicas, em menores quantidades, em um ponto de recebimento no Centro de Treinamento da Autoridade Portuária, ao lado do Museu do Porto, onde as coletas funcionam no sistema de drive thru, na qual o doador não precisa sair do carro. Tal serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

As empresas da região também podem separar doações e dos colaboradores para serem retiradas pela APS, por meio de rota de coleta programada (semelhante ao serviço de coleta de recicláveis). Basta preencher este formulário e agendar horário. Serviço está disponível para arrendatários do Porto e demais empresas da região.

Empresas e entidades de terceiro setor que estão organizando doações e que quiserem utilizar o sistema de embarque pelo Porto de Santos, podem acomodá-las em um contêiner. Para auxiliar o carregamento (estufagem) de contêineres de forma segura, a APS elaborou em parceria com armadores, um folheto com Orientações para estufagem de contêineres com donativos.

Para agendar a retirada de doações ou tirar dúvidas, a APS coloca à disposição o número WhatsApp (13) 99119-2311. Também pode ser enviado e-mail para o Comitê Gestor de Crise da APS: cgc@portodesantos.gov.br

Cabe ressaltar que o transporte por cabotagem, do ponto de vista ambiental, apresenta uma menor pegada de carbono que o transporte rodoviário, tendo uma viabilidade muito maior, além de maior escalabilidade - caso o problema se prolongue nos municípios do Rio Grande do Sul -, e os modais aéreo e rodoviário apresentem limitações em termos de capacidade.

 

Sobre a Autoridade Portuária de Santos

 

A Autoridade Portuária de Santos é uma empresa pública vinculada ao Ministério dos Portos e Aeroportos. É responsável pelo planejamento logístico e pela administração da infraestrutura do Porto Organizado de Santos, o maior da América Latina, por onde passam aproximadamente 30% das trocas comerciais brasileiras. O complexo portuário está localizado a 70 quilômetros da Grande São Paulo e possui 55 terminais, sendo 41 arrendamentos, 8 retroportuários e 6 terminais de uso privado (TUPs), situados em duas margens, uma em Santos (direita) e outra em Guarujá (esquerda).

 

Para saber mais:

www.portodesantos.com.br

www.linkedin.com/company/portodesantosbr

www.facebook.com/portodesantosbr

www.instagram.com/portodesantosbr

www.twitter.com/portodesantosbr

www.threads.net/@portodesantosbr

 

 

 

Fonte: Porto de Santos - APS
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

Mr4nW