Linguagem: EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

Cataratas do Niágara vistas de modo raro: totalmente congeladas

 

Cataratas do Niágara começando degelo: visão do jornalista Rubens Vandresen, brasileiro de Curitiba
15-04-2022 23:34:40 (280 acessos)
Cataratas do Niágara são um agrupamento de grandes cataratas localizadas no rio Niágara, no leste da América do Norte, entre os lagos Erie e Ontário, na fronteira entre o estado norte-americano de Nova Iorque e da província canadense de Ontário. As Cataratas do Niágara são compostas por três grupos distintos de cataratas: as Cataratas Canadenses, as Cataratas Americanas e as Cataratas Bridal Veil. Jornalista brasileiro, Rubens Vandresen (foto) permaneceu por muitos dias para conseguir as imagens

 

Durante todo o tempo que estudou o comportamento da meteorologia e do ambiente na região do Niágara, o jornalista não descansou. Fez fotos dia e noite, expondo aqui em "noticiario.com.br" o resultado das visões espetaculares. Vale a pena conhecer.

Natural do Estado do Paraná, no sul do Brasil, Vandresen é um pioneiro. Começou no meio rural, mas logo se despertou para o jornalismo, deixando um trabalho dos mais qualificados como fotógrafo do histórico jornal Gazeta do Povo. Mas não foi só. Após deixar atividade no meio impresso, foi pioneiro de avanços na implantação da rede Paranaense de Televisão, onde liderou equipes e consequentemente prestou serviços à Rede Globo de Telelvisão. 

Vandresen é a própria história do moderno jornalismo paranaense e brasileiro.

As Cataratas do Niágara são famosas pela beleza, bem como fonte valiosa de energia hidrelétrica e um desafiante projeto de preservação ambiental. Tendo sido um destino turístico muito popular no continente por mais de um século, as cataratas do Niágara são divididas pelas cidades vizinhas de Niagara Falls, Ontario, e de Niagara
 

Embora não sejam excepcionalmente altas, as Cataratas do Niágara são muito largas, sendo facilmente a mais volumosa queda d' água localizada na América do Norte. Quando o volume de água é alto, cerca de 168 mil m³ de água cai das quedas cada minuto, enquanto que a média é de 168 000 m³.

Características
Altura 51 m
Posição 25ª mais alta do mundo
Nº de quedas 3
Queda mais alta 385 m
Largura no topo 157 m
Largura no fundo 1 212 m
Largura média 180 m
Altitude 1 574 m
Caudal máximo 1 800 m³/s
Caudal médio 300 m³/s
Localização
Rio Niágara
País  Canadá
 Estados Unidos
Local Niagara Falls (Ontário)
Niagara Falls (Nova Iorque)

 

As raízes históricas das Cataratas do Niágara foram plantadas na glaciação de Wisconsin, que terminou há cerca de 10 mil anos. Tanto os Grandes Lagos e o rio Niágara foram criados por esta última glaciação, que criou uma geleira, uma enorme e espessa camada de gelo sobre a região.

Nome "Niágara" vem de uma palavra iroquesa que significa "trovoada de águas". Os habitantes originais da região eram os Ongiara, uma tribo iroquesa chamado de "Os Neutros" por assentadores franceses. Os Ongiara foram assim nomeados pelos franceses porque esta tribo iroquesa ajudou os franceses a mediar várias disputas entre os assentadores franceses com outras tribos indígenas da região.[4]

Não se sabe ao certo o primeiro explorador europeu a ter visto as Cataratas e anotado em um documento o testemunho sobre o Niágara. Muitos acreditam que foi o francês Samuel de Champlain o primeiro explorador europeu a ter visto as Cataratas, em 1604.

Foram alguns membros da equipe de Champlain que descobriram as Cataratas, em um dia de inverno, onde a parte exterior das quedas d' água ficam congeladas. Ouviram o barulho das quedas e descobriram as Cataratas. Rapidamente avisaram Champlain das observações. Champlain efetivamente anotou nos próprios diários a visão das Cataratas, mas várias pessoas acreditam que nunca as visitou. 

Várias referências creditam ao naturalista sueco Pehr Kalm como quem fez a primeira descrição das Cataratas do Niágara, em uma expedição à área no começo do século XVIII.

Maioria dos historiadores, porém, acreditam que foi o Padre Louis Hennepin o primeiro a ter visto e descrito as Cataratas, em 1677, quando explorava a região juntamente com o compatriota René Robert Cavelier, tornando-os mundialmente famosos. Hennepin também foi o primeiro europeu a ter visto e descrito as Cataratas de Saint Anthony, em Minnesota.

Durante os primeiros dois séculos após o início da colonização europeia na região, as terras em ambos os lados do Niágara eram propriedade privada. O desenvolvimento comercial e industrial da região ameaçava a beleza natural da área, e visitantes às vezes tinham de pagar os donos das terras em torno das cataratas para ver as Cataratas do Niágara, através de buracos em uma cerca.

Em 1855, autoridades públicas do Canadá e dos Estados Unidos passaram a comprar as terras em torno do Niágara, tendo em vista a preservação das belezas naturais da região do Niágara (foto Wikipedia).

 

Fonte: Dados de Wikipedia
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

3zmcV