Linguagem: EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

Treinador do Paraná, Márcio Gusso, vence o Grande Prêmio Derby Paulista

Treinador do Paraná, Márcio Gusso, vence o Grande Prêmio Derby Paulista
[foto] - Márcio Gusso e o jóquei José Severo com Cold Heart, potro da Fazenda Mondesir
12-11-2023 19:12:54 (745 acessos)
De histórica família profissional do turfe brasileiro, Márcio Ferreira Gusso, de Curitiba, é o treinador de Cold Heart, cavalo de criação e propriedade da Fazenda Mondesir, vencedor do Grande Prêmio Derby Paulista (G1). Organizado pelo Jockey Club de São Paulo, o evento consagrou o trabalho do paranaense, com a vitória em 2.400m na raia de grama (leve), 3ª Prova da Quádrupla Coroa de Potros. Essa foi a quinta vitória em 6 corridas, que consagra a apurada técnica do treinador curitibano.

 


 


Foto: Porfírio Menezes, Jockey Club de São Paulo

Cold Heart fez brilhar a farda da Fazenda Mondesir, em Cidade Jardim (231111), e revelou-se o principal ganhador entre os produtos de 3 anos que competiram na raia do Grande Prêmio Derby Paulista (G1), em 2.400m, de grama (leve), 3ª Prova da Quádrupla Coroa de Potros. Vitória de Cold Heart, filho de Alpha e Netherlands (Point Given), de criação e propriedade da Fazenda Mondesir.

Enquanto Galo White e Quisar ocupavam as duas primeiras colocações, Cold Heart corria nos últimos postos.

Colocado para correr, por José Severo, na hora da verdade, o alazão avançou, com ímpeto, sobre os ponteiros. Teve forças, ainda, para resistir ao tropel de Bubbly Rain, que, apesar de ainda perdedor, deu enorme impressão de vitória. 

No disco, Cold Heart conservava 1/2 cabeça sobre Bubbly Rain, de excelente atuação. Sempre conferindo, Obataye foi o terceiro. Quisar e Chernozem completaram o marcador.

Márcio Gusso 

Márcio Ferreira Gusso, 5 vezes campeão do Grande Prêmio Paraná, já conhecia o sabor de vitórias em São Paulo. A primeira vitória no Grande Prêmio Derby Paulista foi em 2013, quando sagrou-se vencedor com o cavalo Fixador, de criação do industrial Ítalo Trombini.

Esse paranaense que herdou do pai, Rubens, a experiência em lidar com cavalos de corrida, está na atividade há 40 anos. Teve ênfase com ensinamentos do tio Mário Gusso, treinador de sucesso nas décadas de 1940 e 1960. Márcio é campeão das estatísticas do Jockey Club do Paraná. Trata-se de uma espécie de ranking entre os treinadores. 

Justamente pela qualidade do trabalho que faz e as conquistas, o curitibano Gusso despertou atenção da Fazenda Mondesir. Esse empeendimento pertence à família Peixoto de Castro, que tem um dos mais importantes haras do Brasil, no Rio de Janeiro. 

 

 

 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

JWDum