Linguagem: EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

FIESP apoia o Porto de Santos para construir nova rodovia


04-12-2023 18:53:35
(255 acessos)
 
Construção de uma nova rodovia de descida no sentido Planalto-Baixada é uma reivindicação do Porto de Santos, que acaba de receber apoio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP). Embora a pista venha sendo revitalizada, já não suporta a demanda de circulação de veículos pesados como os caminhões bi trens modernos. Essa via foi entregue ao tráfego em 1947 e é considerada uma das mais importantes para o transporte de cargas.

 


Anderson Pomini, presidente da Autoridade Portuária de Santos (APS), foi a uma reunião com integrantes da Diretoria de Infraestrutura da FIESP, na Avenida Paulista, 1313. Ali mesmo anunciou investimentos da ordem de R$ 7 bilhões em obras prioritárias no Porto de Santos. Entre esses está incluída a construção do túnel Santos-Guarujá, estratégica para racionalizar o tráfego em toda região.

 APS detalhou cada investimento e os diretores demonstraram interesse e se dispuseram a visitar o Porto de Santos pelo canal de navegação. Também convidaram a Companhia para realizar novas reuniões na sede da Federação, uma vez que o mercado tem muito interesse no tema.

A Diretoria da Fiesp ressaltou que ajudará a APS a 'vocalizar' as reinvindicações do Porto, como a necessidade de construção de uma nova via de descida Planalto-Baixada, uma vez que os caminhões usam a mesma pista de descida desde 1947.

Obras no Porto de 

Santos paras 2024

Em 2024, a Autoridade Portuária de Santos (PAS) vai começar obras e providências,

que contarão com um investimento de R$ 7 bilhões. São as principais:

  1. dragagem do canal para 16 metros;
  2. dragagem dos berços de atracação entre os armazéns 12A e 23;
  3. reforma do cais da Ilha Barnabé; melhorias na Perimetral da Margem Direita-Alemoa;
  4. instalação do sistema de monitoramento por imagens (VTMIS);
  5. implantação da fase 2 da Perimetral da Margem Esquerda e túnel Santos-Guarujá.

Este compromisso foi divulgado pelo presidente da APS, Anderson Pomini, em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (17/11), na sede da companhia, que contou com a presença dos diretores de Desenvolvimento de Negócios e Regulação, Eduardo Lustoza; de Administração e Finanças, Bernadete Bacellar do Carmo Mercier, além de superintendentes e gerentes.

A delegação de competências anunciada pelo ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, foi considerada pelo presidente como um facilitador para a realização destas obras vitais para o funcionamento e a expansão do Porto de Santos.

Pomini deu detalhes e prazos das obras e também falou sobre os trabalhos de zeladoria já em andamento; o início da solução para o problema enfrentado pelos caminhoneiros, com a criação de novos estacionamentos; a designação de áreas para a expansão portuária, com a revisão da Poligonal; o Parque Valongo; a revitalização da ciclovia da Avenida Mário Covas; o concurso da nova logomarca da APS, entre outros temas que abordou neste balanço de quase sete meses da nova gestão da companhia.

 

 

Fonte: Porto de Santos - APS
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

KtSYC