Linguagem: EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

Rio de Janeiro quer formar já, 5 mil profissionais de tecnologia

Rio de Janeiro quer formar já, 5 mil profissionais de tecnologia
[foto] - Prefeito Eduardo Paes encerrou a Web Summit e provou o protagonismo do Rio de Janeiro
04-05-2023 20:44:10 (249 acessos)
Maior evento de tecnologia e inovação no mundo, a primeira edição da Web Summit fora da Europa, terminou com 20 mil participantes no Rio de Janeiro. Realizada durante 4 dias no Riocentro, teve representantes de 91 países diferentes por dia, 40% mulheres. Foram 400 palestrantes, 974 startups e 506 investidores no Riocentro. Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, encerrou o encontro que definiu como "maior evento de tecnologia do mundo" e garantiu ambiente para formar 5 mil profissionais.

 


Para garantir que as "cidades sejam inteligentes, sustentáveis, inclusivas, prósperas e resilientes, com a capacidade de atender às crescentes necessidades de cidadãos e empresas," o Prefeito faz movbimento para conquistar recursos e implantar entre Rio e São Paulo, uma "rede de tecnologia." Considera as cidades protagonistas do desenvolvimento que " funcionam como imãs, atraem pessoas, funções, organizações, e hoje, as relações se dão muito mais através das cidades globais."

Avalia o Prefeito que o Rio de Janeiro vem desempenhando papéis como ocorreu com o samba e a bossa nova. Mas no momento avança para qualificar profissionais, pelo menos 5000 até 2024. A cidade continuará com mais 5 edições da Web Summit e age com estrutura destinada à qualificaação, através do "Porto Maravalley, que vai receber um hub de startups e a primeira faculdade de graduação do IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada), o ImpaTech, que vai olhar mais para a Matemática Aplicada e a Ciência da Computação."

Profissionais para o setor digital e de programação, é a meta. É o que se faz com o Ginásio Experimental Tecnológico. Intenção é chegar a 25% da rede com a metodologia, que pratica lógica voltada para o STEAM (ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática). Com as Naves do Conhecimento, sugere o Prefeito que sejam "não só uma possibilidade de contato com a tecnologia, mas também um lugar para curso de robótica, programação."

No Rio de Janeiro há ainda a formação pelo trabalho chamado Programadores Cariocas. "É quase uma formação técnica, que o aluno tem um curso por um período mais longo. É voltado para o público que precisa mais, da escola pública, sem condições. A gente tem cota também, para mulheres e negros. Nós vamos quintuplicar essa oferta ao longo desse ano."
 
A expectativa da Prefeitura é movimentar R$ 1,2 bilhão na economia carioca até 2028, com as edições da Web Summit.

 

 

Fonte: Web Summit
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

TbwVW